PolicialRegião

Confronto com a PM Resulta em 03 Suspeitos Mortos e Armas Apreendidas

A Polícia Militar de Ivaiporã registrou um caso de porte ilegal de arma de fogo no dia 11 de junho de 2024, por volta das 23 horas, na Estrada Três Figueiras, Parque Industrial, em Ibiporã, região de Londrina. A abordagem foi realizada pela equipe ROTAM da 6ª CIPM – Companhia Independente de Polícia Militar, após um roubo em uma residência no município de Borrazópolis.

Após o compartilhamento de informações entre as Agências Locais de Inteligência da 6ª CIPM e do 30º BPM, foi possível abordar um veículo com os mesmos indivíduos suspeitos de atuar em Borrazópolis, que estavam na iminência de praticar um roubo em Ibiporã e Jataizinho. Durante a abordagem, os ocupantes do veículo efetuaram disparos de arma de fogo contra a viatura policial, e a polícia, agindo em legítima defesa, revidou, alvejando três suspeitos que vieram a óbito.

Na ação, foram apreendidas uma pistola Heckler calibre 9mm com 10 munições intactas e dois revólveres Taurus calibre .38, com 6 munições intactas e 4 deflagradas, que estavam em posse dos suspeitos. O assalto em Borrazópolis aconteceu na residência do senhor Nilo Aurélio, onde um suspeito foi abordado na madrugada daquele dia. O indivíduo não se encontrava com nada ilícito e foi liberado, mas, segundo o tenente Franceschet da 6ª Companhia de Ivaiporã, um trabalho de inteligência foi iniciado, culminando com o confronto em Ibiporã.

A ação policial destacou a eficácia da cooperação entre as unidades da Polícia Militar na região, resultando na apreensão de armas de fogo e na prevenção de novos crimes. As autoridades continuam a monitorar e investigar atividades criminosas para garantir a segurança da população.

Veja a matéria original em: Blog do Berimbau

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo