ApucaranaPolicial

Confronto com a Polícia Militar em Apucarana Resulta em Morte de Suspeito

Operação no Residencial Jaçanã Visava Combater Atividades Criminosas na Cidade

Na manhã desta quarta-feira (12), um homem morreu em confronto com a Polícia Militar (PM) durante uma operação no Residencial Jaçanã, em Apucarana. A ação policial tinha como objetivo cumprir oito mandados de busca e apreensão em diferentes pontos da cidade.

Coordenada pela Polícia Militar, a operação visava residências específicas onde havia suspeitas de atividades criminosas. Uma das residências, localizada na Rua Antônio Vicente Boava, era de particular interesse das autoridades. Segundo o tenente Januário da Polícia Militar, a casa já era conhecida por abrigar um indivíduo com mandado de prisão por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e tentativa de homicídio.

No momento em que os policiais entraram na residência, o suspeito levantou-se com uma arma de fogo na mão e acabou sendo alvejado. Apesar da rápida chegada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), o homem não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

O suspeito estava morando em Apucarana e tinha diversas passagens pela polícia, sendo procurado por vários crimes, incluindo tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e homicídios. Sua presença no Residencial Jaçanã já estava sendo monitorada pela polícia.

Após o confronto, a Polícia Criminalística foi acionada para realizar a perícia na residência. O Instituto Médico Legal (IML) compareceu ao local para remover o corpo do suspeito e conduzi-lo ao exame de necropsia.

A operação no Residencial Jaçanã destaca a contínua batalha das forças de segurança contra o crime organizado em Apucarana, enfrentando bandidos de alta periculosidade. As autoridades locais continuam a investigar e monitorar atividades criminosas na cidade. A população é encorajada a colaborar com informações que possam auxiliar nas investigações e na prevenção de futuros crimes.

veja a matéria original em: Canal 38

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo