Entretenimento

Alok responde crítica de Fagner com remix após cantor dizer que shows de DJs são ‘desastre ambiental’

alok e fagner
Alok respondeu o comentário de Fagner com um remix – Reprodução/Instagram/Youtube

Após Fagner fazer uma crítica aos shows de DJs durante uma entrevista para um podcast em novembro, Alok decidiu responder da melhor maneira através de um remix. Tudo começou quando um trecho do programa se espalhou pelas redes sociais nesta terça-feira (19).

No trecho, Fagner aparece durante uma entrevista para o “Podcast do Garotinho” dando sua opinião sobre os shows de DJs. “Uma das coisas que mais me choca é você pegar um DJ e colocar 1 milhão de pessoas. Isso, para mim, é um desequilíbrio ambiental. Caramba! É um desastre ambiental. O povo vai ver um DJ, que canta meia música e fica ali, fazendo aquelas cenas ridículas”, diz o cantor.

Alok então decidiu responder à crítica fazendo o que sabe fazer de melhor: criando um remix. Através de seu perfil oficial, o DJ compartilhou o trecho juntamente com cortes mostrando seus shows lotados.

Na legenda, ainda tentou explicar que se tratava de uma “brincadeira saudável”, afirmando que estava somente “representando a comunidade”. “Uma brincadeira saudável representando a comunidade e fazendo um convite para que conheçam melhor a nossa profissão. Máximo respeito ao Fagner”, escreveu.

Recordes musicais e carreira de sucesso

O DJ Alok se tornou um dos nomes mais famosos do gênero. Durante o bate-papo com Antonio Camarotti, CEO e Publisher da Forbes Brasil, ele falou um pouco sobre o sucesso de suas músicas e carreira.

 

“Eu estou sempre me desafiando, nunca estou satisfeito. As pessoas sempre me perguntam: ‘Quando você percebeu que tinha feito sucesso?’. E eu respondo: ‘Eu achei que em 2007 eu tinha feito. E depois em 2009, em 2011, 2013’. Várias pessoas já falavam pra mim: ‘Agora você já chegou ao topo, agora não tem mais como crescer’, e eu sempre respondo: ‘Não cheguei, não. Acho que sempre dá pra fazer mais’”, afirmou.

Fonte da matéria: Area Vip

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo