Entretenimento

Roberto Carlos perde processo para Tiririca após paródia, revela colunista

Roberto Carlos e Tiririca
Roberto Carlos e Tiririca – Foto: TV Globo/YouTube

Polêmica! O Rei Roberto Carlos acabou viralizando nas redes sociais, nesta última segunda-feira, 30 de outubro, após o seu nome junto de Tiririca, serem citados em um processo o qual o humorista venceu na Justiça após realizar uma paródia com uma das músicas do cantor.

Dessa forma, segundo a colunista do ‘Metrópoles’, Fabia Oliveira, Roberto Carlos estava processando Tiririca por usar ‘indevidamente’ a música ‘O Portão’ em sua campanha politica, ainda, chegando a se caracterizar como o Rei da música nacional. No entanto, de acordo com a reportagem, o juiz que conduziu o caso, deu causa ganha para o humorista.

O juiz entendeu que não existia, necessariamente, vínculo entre a paródia realizada, a candidatura de Tiririca e seu objetivo de conseguir votos. Logo, o argumento de que a imagem do artista teria sido utilizada para proveito do político acabou sendo descreditado“, revelou a colunista, após Roberto ter seus pedidos rejeitados pela Justiça.

 

Vale lembrar que a equipe jurídica do Rei acionou a Justiça, por conta da paródia ultrapassar os limites legais de seu direito de personalidade, bem como seria capaz de induzir eleitores e o público em geral ao erro, associando de forma indevida a imagem do cantor com a do político.

Mais sobre Roberto Carlos e Tiririca

Por fim, após a veiculação da derrota na Justiça de Roberto para o humorista e politico, nem ele e nem a sua equipe, até o momento, se pronunciaram sobre o assunto. A equipe de Tiririca, também, não comentou nada referente ao caso. O Área VIP deixa o espaço aberto caso ambos sintam o desejo de se manifestar.

Fonte da matéria: Area Vip

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo