Entretenimento

Remake terá metade dos capítulos diferentes do original

Quando um remake é anunciado, é esperado por grande parte do público que a produção se mantenha bastante fiel à obra original, principalmente aqueles que conferiram no passado, que ao assistir as cenas, recuperando memórias marcantes de um tempo que não volta mais.

Todavia, também ocorre a discussão de que a obra precisa ser atualizada para os dias em que ela está sendo feita, ou até mesmo buscar novos caminhos para que tanto quem assistiu a versão anterior, quanto quem está vendo pela primeira vez, possa ser surpreendido.

Pantanal” foi um remake que, apesar de leves mudanças e algumas discussões contemporâneas tratas, manteve-se completamente fiel à obra original, mas de acordo com a coluna Play, do jornal OGlobo, o remake de “Elas por Elas”, que estreia nesta segunda-feira, 25 de setembro, seguirá o caminho oposto.

A nova novela das 18h da emissora terá uma reta final mito diferente da original, pois a partir do capítulo cem até o último (previsto para ser o 173), uma história tolamente nova será contada ao público, mas ainda com base em uma ideia da versão anterior.

QUAL A GRANDE MUDANÇA?

Na nova versão, adaptada por Alessandro Marson e Thereza Falcão, os autores vão explorar uma ideia de Cassiano Gabus Mendes censurada pela ditadura militar em 1982, que apesar de ser aparentemente simples, mudará completamente o desenrolar da trama.

No remake, Jonas (Mateus Solano) e Adriana (Thalita Carauta), apaixonados na juventude, terão uma nova chance de vive rum amor na vida adulta. Ele irá morar com ela depois de deixar a mulher, Helena (Isabel Teixeira), que se casou com o bonitão após contar que estava grávida dele.

Fruto deste relacionamento, nasceu Giovanni (Filipe Bragança), que acabará se apaixonado justamente pela filha de Adriana, Isis (Rayssa Bratillieri), algo estabelecido já no capítulo de estreia, o que deve revirar a vida das duas protagonistas de cabeça para baixo.

“A minha personagem traz muitas camadas porque, além da relação com o Giovanni, faz trabalho voluntário com animais em situação de risco e vive uma busca por saber quem é seu pai, já que foi criada pela mãe e pela tia, Marlene (Maria Ceiça)”, contou Rayssa em conversa com a TV Globo. “Estou muito feliz nessa novela. Tem sido uma troca incrível com a Rayssa e com todos os outros colegas que tenho contracenado. Minha construção do Giovanni tem sido baseada nisso, na forma como ele interage com cada um à sua volta”, afirmou Filipe.

DETALHES DE ELAS POR ELAS

Lara (Deborah Secco), Taís (Késia), Helena (Isabel Teixeira), Adriana (Thalita Carauta), Renée (Maria Clara Spinelli), Natália (Mariana Santos) e Carol (Karine Teles) se conheceram em um curso de inglês e, inseparáveis, compartilharam as alegrias e desafios típicos da juventude. Porém, em uma viagem de fim de semana, um triste acontecimento quebra esse laço e provoca um hiato nessa amizade.

Duas décadas e meia depois, Lara encontra uma foto antiga e tem a ideia de juntar o grupo novamente em sua casa, sem desconfiar que o momento do reencontro, que deveria ser apenas de alegria, iria trazer também grandes revelações e desenterrar mágoas que tinham ficado guardadas no passado. E fica a pergunta: será que a amizade das sete é capaz de superar o que virá à tona?

“Elas por Elas” é criada por Cassiano Gabus Mendes e escrita por Thereza Falcão e Alessandro Marson, com direção artística de Amora Mautner. A obra tem colaboração de Carol Santos, Letícia Mey e Wendell Bendelack. A direção é de Caetano Caruso, Fellipe Barbosa, Mayara Aguiar e Mariana Duarte. A produção é de Andrea Kelly e Isabel Ribeiro e a direção de gênero de José Luiz Villamarim.

Fonte da matéria: O Fuxico

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo