ApucaranaPolicial

Desvio de Dinheiro em Açougue de Apucarana: Funcionário é Flagrado e Preso

Um caso de desvio de dinheiro foi registrado nesta quarta-feira (19), na Avenida Central do Paraná, no Jardim Diamantina, em Apucarana. A ocorrência envolveu um funcionário de um açougue que, segundo relatos, vinha desviando dinheiro do estabelecimento há dias e foi flagrado pela esposa do proprietário.

Por volta das 15h19, a equipe policial foi acionada via COPOM para atender a situação. O proprietário do açougue relatou que havia suspeitado de seu funcionário após notar discrepâncias nos valores faturados. A confirmação veio hoje, quando a esposa do proprietário flagrou o funcionário em ação.

Ao ser confrontado pela esposa do proprietário, o funcionário pediu para que a Polícia Militar não fosse chamada e, em uma tentativa de resolver a situação, realizou um Pix no valor de R$ 12.000,00, alegando que esse era o dinheiro proveniente dos furtos.

Ao chegar ao local, os policiais confirmaram a história com o proprietário, que explicou que vinha monitorando as atividades do funcionário e desconfiou após observar valores inconsistentes. Na data de hoje, após o flagra, o proprietário questionou o funcionário sobre o faturamento do dia, que afirmou ser R$ 150,00. No entanto, ao verificar os sistemas de venda, constatou-se que havia R$ 750,00 em vendas canceladas.

O funcionário confessou o crime ao ser confrontado com as evidências. Ele admitiu que o valor total dos furtos era aproximadamente R$ 12.500,00. Diante da confissão, a equipe policial deu voz de prisão ao funcionário. Ele acatou a ordem e foi conduzido à 17ª Subdivisão Policial (SDP) sem a necessidade do uso de algemas.

O caso foi encaminhado para a 17ª SDP para os procedimentos cabíveis. A quantia furtada foi registrada como R$ 12.500,00 e o funcionário agora enfrenta acusações de furto qualificado.

Este caso destaca a importância da vigilância e do controle rigoroso dentro dos estabelecimentos comerciais para prevenir fraudes e furtos internos. A ação rápida da Polícia Militar e a colaboração do proprietário foram cruciais para a resolução deste caso.

 

Veja a matéria original: Canal 38

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo