Entretenimento

Separado de Sandy, Júnior Lima contraiu síndrome grave; entenda

separado de sandy junior lima contraiu sindrome grave entenda

Júnior Lima quebrou o silêncio sobre uma síndrome perigosa, após o fim da dupla com a irmã Sandy Leah. O desabafo em rede nacional comoveu fãs e artistas

Júnior Lima, irmão de Sandy Leah, ex-parceiro da cantora marcou presenção no Domingão com Luciano Huck e abriu o jogo sobre a antiga dupla com a popstar. Durante a participação na atração da Globo, o músico revelou que contraiu uma síndrome grave e pegou a plateia de surpresa, assim como o apresentador. Casado com Mônica Benini e morando no interior de São Paulo, é pai do primogênito Otto e da caçula Lara.

“Eu tive uma fase muito difícil, que foi de permitir as emoções entrarem. Eu me blindava muito, eu ignorava as coisas que eu sentia, achava que estava tudo bem, achando que não sentia os efeitos colaterais”, disparou Júnior Lima em rede nacional. Sobre a extinta dupla, pontuou: “Eu não queria ser o protagonista, eu estava sempre atrás de algum instrumento, dentro de um contexto onde eu me sentia mais seguro”. Foi quando o filho de Xororó quebrou o silêncio: “Eu tive um período de síndrome do pânico, tive uma fase bem difícil, com muita análise. Levei, desde então, pra ter coragem de encarar um trabalho como este, de fazer um trabalho como cantor, eu sempre acabei fugindo deste lugar”.

Leia também:Walcyr Carrasco ‘come poeira’ e ‘Terra e Paixão’ ganha audiência sem o autor

“Nos meus outros projetos, eu era sempre um músico, um produtor. A parte do canto era uma porcentagem muito pequena”, disse o famoso que agora segue carreira solo. Luciano Huck então elogiou o colega: “O projeto solo é um pouco da sua cura, de talvez conseguir administrar a saúde mental. É um ato de coragem! É o encarar”. Até mesmo o Padre Fábio de Melo entrou na história: “Criança é alguém que não tem filtro algum. A gente vai adquirindo na medida que a gente vai amadurecendo. Então, tudo o que você critica numa criança vai diretamente pra ela. Tudo o que você elogia vai diretamente pra ela e elogia e crítica em excesso é um perigo”.

“Quem cresce muito elogiado, como é o caso do artista, tem muita dificuldade depois de lidar com a própria limitação. Porque tem medo de desmentir. É como se você, ao se mostrar limitado, você fosse perder o amor das pessoas que elogiaram você. E não é bem assim”, finalizou Padre Fábio. Júnior concordou com a cabeça, bastante emocionado. Em 2019, a dupla retornou temporariamente com a turnê intitulada Nossa História, lotando estádios e transformando os shows em CD e DVD.

Fonte da matéria: Contigo!

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo