GeralÚltimas Notícias

Netanyahu suspende ministro que sugeriu usar arma nuclear em Gaza

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, suspendeu um ministro de extrema-direita de participar das reuniões governamentais, após ele ter sugerido que lançar uma bomba nuclear em Gaza era “uma forma” de lidar com a crise.

O ministro do Patrimônio, Amichay Eliyahu, foi questionado na manhã deste domingo (5) na Rádio Kol Berama, uma estação de rádio religiosa, se uma arma nuclear deveria ser usada em Gaza, ao que Eliyahu respondeu: “Este é um caminho”.

Posteriormente, ele disse que não pretendia que sua resposta fosse interpretada literalmente.

“As declarações do ministro [Amichay] Eliyahu não são baseadas na realidade”, escreveu Netanyahu nas redes sociais.

“Israel e as Forças de Defesa estão operando de acordo com os mais altos padrões do direito internacional para evitar prejudicar inocentes. Continuaremos a fazê-lo até a nossa vitória.”

O gabinete do premiê informou à CNN que Netanyahu suspendeu Eliyahu de participar das reuniões governamentais até nova ordem.

Eliyahu defendeu as suas observações, escrevendo nas redes sociais: “É claro para todas as pessoas sensatas que a declaração sobre o átomo [bomba nuclear] é metafórica”.

No entanto, o ministro sugeriu elaborar “uma resposta forte e desproporcional ao terrorismo”.

Eliyahu faz parte do partido de extrema-direita Otzma Yehudit, liderado pelo ministro da segurança nacional de Israel, Itamar Ben-Gvir.

Nem ele, nem Ben Gvir são membros do gabinete de guerra.

Israel nunca admitiu oficialmente que possui armas nucleares.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

Fonte da matéria: CNN Brasil

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo