Policial

Troca de malas: trio é preso no aeroporto de Guarulhos por tráfico internacional de drogas

Três homens foram presos pela Polícia Civil de São Paulo no Aeroporto Internacional de Cumbica em Guarulhos, região metropolitana de São Paulo.
O trio foi flagrado quando tentava despachar 40 quilos de cocaína no check in ao trocar as etiquetas de despacho da bagagem de passageiros comuns pela mala contendo drogas.

O esquema quando não descoberto no país de origem pode levar a prisão injusta de quem teve a mala trocada ao serem abordadas pelas autoridades dos países de destino.

Em outubro a Polícia Federal prendeu um líbio-brasileiro que tentava aplicar o mesmo golpe, também no Aeroporto de Guarulhos.

No começo do ano um casal de brasileiras ficou 38 dias preso em Frankfurt na  Alemanha após a etiqueta da bagagem ser trocada por malas com cocaína. As brasileiras foram soltas após a divulgação do circuito de câmeras de segurança que registraram a troca das bagagens.

 

Presas na Alemanha

“Livres e brindando”: Brasileiras vítimas de golpe das malas trocadas comemoram soltura na Alemanha
Kátyna Baía e Jeanne Paollini, brasileiras que ficaram presas na Alemanha após terem bagagens trocadas / Reprodução

A polícia alemã apreendeu no início de março duas malas com 20 quilos de cocaína cada, etiquetadas com os nomes de Jeanne e Kátyna, e elas foram presas.

A base para a liberação foram as imagens que mostram as bagagens sendo trocadas durante uma escala no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo. Segundo a Polícia Federal, um dia antes do embarque das duas brasileiras, outra goiana teve a etiqueta da mala trocada por bagagem com drogas ao viajar para Paris, na França, mas não foi presa.

Vídeos obtidos pelo Fantástico, da TV Globo, mostram como dois funcionários do aeroporto identificam as duas malas de Kátyna e Jeanne, uma rosa e uma preta, separam e, discretamente, retiram a etiqueta delas em uma área de segurança e de acesso restrito que é monitorada por várias câmeras.

Em outro vídeo, duas mulheres chegam ao aeroporto com duas malas de cores diferentes por volta das 20h30. Seriam as malas que continham os 40 quilos de cocaína, segundo a polícia. As duas vão a um guichê de companhia aérea após um sinal da única funcionária no local, deixam as malas e saem em seguida do aeroporto, sem embarcar para qualquer destino. As duas malas são levadas para o mesmo veículo onde estão as malas de Kátyna e Jeanne e a troca é feita.

A Operação Iraúna da PF  prendeu sete pessoas por envolvimento no caso.

Fonte da matéria: CNN Brasil

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo