ApucaranaPolicialRegião

Golpe do OLX causa prejuízo de R$7.000,00 em Apucarana e Cambira

CAMBIRA – Na última terça-feira (3), por volta das 13h25, uma moradora de Cambira, procurou o Destacamento da Polícia Militar para relatar um estelionato. A solicitante informou à equipe policial que havia sido vítima de um golpe online. Um indivíduo, que se passava por representante de uma empresa, alegou que a senhora havia realizado uma compra, apesar de a senhora não ter feito tal compra.

O golpista instruiu a vítima a ligar para um número fornecido, orientando-a a congelar sua conta bancária. Seguindo as instruções do autor do golpe, a vítima realizou uma transferência de R$ 7 mil via Pix, acreditando estar protegendo sua conta. Desconfiada da situação, a vítima ligou para o número de atendimento ao cliente de seu banco (0800), onde informaram que abririam uma sindicância para investigar o ocorrido. O boletim de ocorrência foi registrado e a vítima recebeu orientações adequadas sobre os próximos passos a serem seguidos.

APUCARANA – Por volta de 18h45 de terça-feira, um incidente relacionado ao conhecido “Golpe da OLX” foi registrado na Rua Adilson Zanoni, no Jardim Marissol, em Apucarana. O solicitante relatou que havia anunciado uma motocicleta Honda Twister CBX 250 de cor prata por R$ 7.200 no site OLX. Um indivíduo entrou em contato com ele, alegando que enviaria um funcionário para adquirir a motocicleta.

Esse indivíduo, no entanto, clonou o anúncio do proprietário original e o listou por R$ 3.700. Uma terceira pessoa, interessada na moto, negociou com o golpista e realizou uma transferência via Pix de R$ 3.700, acreditando estar adquirindo a motocicleta. Quando chegou ao local para retirar a moto, descobriu que foi vítima do golpe. A Polícia Militar foi acionada para registrar o boletim de ocorrência e o caso foi encaminhado para investigação pela Polícia Civil.

Fonte da matéria: Blog do Berimbau

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo