ApucaranaPolicial

Polícia Civil investiga morte de detento no minipresídio de Apucarana

O delegado adjunto André Garcia confirmou que um inquérito policial foi instaurado para apurar a morte do detento Fernando Correia da Silva, de 24 anos. Ele foi encontrado morto em uma das celas do minipresídio da cidade na madrugada de sábado (19).

Conforme o delegado, o laudo do Instituto Médico Legal (IML) com a causa da morte já ficou pronto. “Já temos o laudo, ele morreu em decorrência a um trauma no crânio seguido de uma hemorragia intracraniana”, explica André Garcia.

Na mesma cela, estavam mais 15 detentos. “Todos serão ouvidos. Mas a princípio, o detento, que tem alguns problemas de saúde, caiu do beliche de concreto, que tem uma altura considerável. Vamos ouvir os detentos e concluir essa investigação”, finaliza o delegado.

Fernando foi velado e sepultado em Ortigueira.

O caso:

O Instituto Médico Legal (IML) de Apucarana foi chamado na madrugada deste sábado (19), por volta das 3h50, para recolher o corpo de um preso, de 24 anos, encontrado morto dentro do minipresídio da cidade. Conforme a polícia, o preso apresentava um ferimento na cabeça.

Detentos da mesma cela contaram que ele caiu de cima da cama, bateu a cabeça e morreu.O homem estava dormindo na parte superior de uma ‘beliche de concreto’, que existe dentro da cela. As causas da morte são investigadas.

Fernando Correia da Silva, de 24 anos, era morador de Ortigueira e estava preso em Apucarana. O corpo dele foi levado para o IML

.Fernando tem passagens por furto, no centro de Apucarana, por tráfico, jogou drogas no minipresídio e  violência doméstica contra a mãe.Ele foi detido em maio deste ano, preso através de um mandado de prisão.

 

Fonte da matéria: Jornal Repórter do Vale

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo