ArapongasPolicial

Professor de 55 anos é preso por estupro de vulnerável em Arapongas

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu um homem, de 54 anos, suspeito de estupro de vulnerável contra um aluno, de 5. A ação aconteceu em Arapongas, no Norte do Estado, na manhã desta terça-feira (8 de agosto). O indivíduo era dono de uma escola de música onde o menino estudava.

De acordo com as investigações, o suspeito cometeu a ação criminosa no momento em que ministrava a aula. Ele foi encaminhado ao sistema penitenciário.

“É importante que os pais fiquem atentos aos possíveis sinais de que as crianças estejam sendo vítimas de violência e/ou abuso sexual. Caso haja indícios ou se o abuso é confirmado, o responsável legal deve registrar o boletim de ocorrência imediatamente”, afirma a delegada da PCPR Camilla Costa.

ORIENTAÇÕES- A PCPR orienta pais e responsáveis sobre os sinais que podem indicar violência e abuso sexual em crianças e adolescentes. Mudanças de comportamento e trauma físico são alguns dos sinais que podem ser emitidos pelas vítimas. O primeiro sinal é uma possível mudança de comportamento, entre elas, alteração de humor e hábitos, extroversão, medo e pânico.

A mudança acontece de forma imediata e inesperada. Entre as alterações pode haver comportamentos infantis repentinos. Se a criança ou adolescente voltar a ter comportamentos os quais já abandonou, pode ser um indicativo de que algo esteja errado. DENÚNCIAS – Aquele que tomar conhecimento da prática de algum crime contra criança ou adolescente deve denunciar.

A PCPR solicita a colaboração da população com informações que auxiliem em casos de violência contra crianças e adolescentes. As denúncias podem ser feitas de forma anônima através do 197, da PCPR e 181, do Disque Denúncia. Se a violência estiver ocorrendo naquele momento, a pessoa deve acionar a Polícia Militar, por meio do 190.

Fonte da matéria: Blog do Berimbau

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo